O Grande Desafio de Vôlei

Também já teve vôlei no Maraca! Relembre Brasil x União Soviética de 1983

O Maracanã também já foi palco de uma quadra de vôlei. Em 1983, foi realizado O Grande Desafio de Vôlei, entre Brasil e União Soviética, reunindo mais de 95 mil pagantes. Um simples amistoso, mas que é considerado pela FIVB um dos mais significativos jogos do esporte na história. Afinal, a magnitude do estádio e a presença maciça de público deram uma amostra do quanto ele poderia ser grande no país e no mundo.

A quadra foi montada no centro do gramado do Maracanã por cerca de 200 profissionais, em pouco mais de 24 horas. Ela foi feita de material sintético cor de laranja sobre um tablado de 1.500 metros quadrados. O gramado não poderia ser esburacado, então foram criados encaixes para montar toda essa estrutura. As marcações foram feitas com fita adesiva branca. Um grande trabalho, mas que valeu a pena.

Aquela era a quarta e última partida de uma série de amistosos entre as duas seleções. O Brasil, medalha de prata no Mundial de 82, e a URSS, campeã olímpica e mundial. Era uma ação de ativação da CBV para valorizar a equipe nacional e tentar promover o esporte no país. Depois de jogos em São Paulo, Recife e Vitória, veio o grand finale com esse duelo histórico no Maraca.

Especialmente porque o Brasil venceu a partida. A chamada "Geração de Prata", com nomes como Bernardinho, Renan Dal Zotto, Bernard e Montanaro, comandada pelo saudoso Bebeto de Freitas, bateu os soviéticos por 3 sets a 1, em duelo bem equilibrado: 14/16, 16/14, 15/7 e 15/10. Mas também pelo fato de o confronto ter sido disputado em uma noite de chuva. Isso mesmo.

A partida seria no dia 17 de julho, porém chovia muito e foi adiada para o dia 26. Só que nessa data o tempo não era dos melhores também. Ainda no primeiro set, a partida teve que ser interrompida. Mas Viacheslaz Platanov, técnico da URSS, teve a ideia de pegar os tapetes que iam do vestiário até a quadra para forrar a quadra e continuar. Foi dando certo e a história foi escrita.